Veja as vantagens de morar em condomínios com áreas fitness

Espaços planejados em condomínios residenciais proporcionam saúde e bem-estar para quem busca moradia com qualidade de vida

Imagine poder se exercitar qualquer dia da semana, em ambientes adequados e equipados para seu bem-estar, sem precisar “sair” de casa. Essa é uma realidade cada vez mais comum para quem opta por residenciais que agregam as chamadas áreas fitness.

Além da praticidade e conforto, outras vantagens da escolha por condomínios com espaço para exercícios físicos e relaxamento incluem a segurança e a valorização do imóvel, tanto para quem vai morar quanto para quem quer fazer um investimento.

Outras vantagens são a economia de tempo e dinheiro, dispensando os pagamentos de mensalidades em academias, evitando deslocamentos desnecessários e o estresse no trânsito.

Mas o principal benefício é a saúde, pois a prática de exercícios físicos já deixou de ser uma preocupação apenas estética para boa parcela da população.

Por conta disso, esse tipo de imóvel já virou tendência e a procura por condomínios com espaço fitness aumenta a cada dia. De olho nesse movimento, as construtoras oferecem espaços cada vez mais compatíveis com os anseios da clientela por qualidade de vida no ambiente de moradia.

Evolução do mercado

A tendência de agregar áreas fitness em condomínios residenciais começou por volta do ano 2000 no Brasil, mas foi a partir de 2004 que os espaços fitness foram aperfeiçoados, ampliando esse mercado.

Passaram de uma mera sala – muitas vezes entregue sem equipamentos, para ambientes com layouts pensados desde a construção.

Isso envolve a escolha do melhor tipo de piso, dos locais adequados para instalações elétricas e espelhos, equipamentos e ventilação, além do estudo das áreas que podem abrigar piscinas, quadras poliesportivas e salas de meditação ou ioga, por exemplo.

A decoradora de interiores Milene Hillesheim da Silva destaca que tais empreendimentos possuem academias mobiliadas e que foram planejadas pensando na melhor escolha do local, tamanho, ventilação e tipo de piso.

“Pensamos nesses detalhes, para que o usuário tenha o aproveitamento ideal do espaço”, diz.

Sempre levando em conta a quantidade de pessoas que o prédio vai abrigar e a preocupação crescente dos clientes com a saúde e o bem-estar, em todas as faixas etárias.

Portanto, não é de estranhar que a procura por condomínios que agregam áreas fitness e piscinas tenha crescido e se transformado em um ótimo argumento de vendas.

Fonte: Viva o Condomínio


Produzido por : Base Software