Recicle no condomínio: Saiba mais sobre a coleta seletiva

Cientes da importância da coleta seletiva para a qualidade de vida e ambiental dos condôminos e do seu entorno (rua, bairro e cidade), bem como para atendimento da legislação ambiental, é crescente a iniciativa dos administradores de condomínios residenciais em promoverem a implantação desta atividade de forma permanente nos empreendimentos.

 

Alguns procedimentos são necessários para iniciar um programa de coleta seletiva:

 

• mobilizar os condôminos para adesão e sucesso do programa, por meio da comunicação interna, encontros e palestras;

 

• produzir material de educação ambiental para orientar os condôminos sobre a maneira correta de separar os resíduos para a reciclagem de forma a não haver perdas e priorizando os 3 Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar;

 

• treinar funcionários da limpeza e manutenção para encaminhar à reciclagem o material reciclável separado e descartado pelos condôminos;

 

• realizar levantamento do material descartado (por tipo e quantidade) para elaborar a logística de retirada pela cooperativa de reciclagem;

 

• promover parceria com a cooperativa de reciclagem mais próxima para destinação do material e prever uma taxa mensal (serviço e/ou combustível);

 

• disponibilizar um espaço para acomodação do material reciclável coletado com acesso para a retirada da cooperativa de reciclagem;

 

• elaborar relatório de metas e resultados para avaliação e melhoria do programa.

 

O programa de coleta seletiva implantado traz benefícios ambientais em razão da correta destinação dos materiais recicláveis, que serão reaproveitados como matéria-prima para novos produtos.

 

Além disso, também tem grande papel social, uma vez que contribui com a geração de renda dos catadores(as).

 

Nos períodos de comemorações de final de ano, verificamos o aumento de resíduos gerados (embalagens de presentes, descartáveis de festas, garrafas, latinhas de bebidas, entre outros), sendo ainda mais importante a correta destinação dos materiais.

 

Fonte: Revista área comum


Produzido por : Base Software