Câmeras de segurança: conheça as tecnologias e saiba como escolher

As câmeras de segurança estão tão presentes em nosso dia a dia que muitas vezes não observamos suas diferenças tecnológicas, tampouco refletimos sobre suas outras funcionalidades, que vão muito além de capturar imagens. Mas, se você deseja implantar ou expandir o seu sistema de monitoramento, é preciso conhecer as possibilidades, a fim de escolher e investir nas câmeras mais adequadas para o seu cenário.

Pensando nisso, nós elaboramos este conteúdo com tudo o que você precisa saber sobre câmeras de segurança. Conheça as principais tecnologias, modelos de câmera, seus recursos, possibilidades e aplicações. Acompanhe!

Tecnologias de câmera de segurança

Nós sabemos que a função básica de uma câmera é capturar imagens, mas elas são capazes de fazer mais que isso. Esses equipamentos – que fazem parte da solução de segurança mais procurada atualmente, o Circuito Fechado de Televisão (CFTV) – têm diferentes tecnologias, o que implica diretamente nas funcionalidades e qualidades oferecidas.

Você sabia que existem câmeras analógicas, outras que só precisam de conexão com a internet para funcionar e, ainda, modelos Wi-Fi?

Tecnologia Analógica

Essa tecnologia começou a ser muito difundida na década de 1990 e continua integrando o sistema de muitos equipamentos.

O sistema analógico funciona de forma simples, através da captação de ondas na sua forma original, em áudio ou vídeo, que são gravados e processados. Por meio de uma estrutura de cabeamento coaxial, a transmissão do vídeo analógico é feita para um circuito de TV.

Vantagens das câmeras analógicas

  • Fácil instalação – pois só precisam de um cabo coaxial e de um DVR. Também é possível utilizar cabo UTP + Balun (ou power balun).
  • Baixo investimento.
  • Boa qualidade de imagem – hoje possível com o desenvolvimento de câmeras  analógicas HDCVI com resolução de 720p a 4K ( 2160p)
  • Compatibilidade – modelos analógicos, são facilmente compatíveis com sistemas compostos por câmeras de um fabricante diferente.

Tecnologia IP

Na tecnologia IP – presente na internet, chamadas telefônicas, e-mails e aplicativos de smartphone – os dados são capturados e transmitidos em rede. Por conta disso, entre seus benefícios estão a qualidade de imagem, o acesso remoto e a flexibilidade na instalação.

Vantagens das câmeras IP

  • Tecnologia flexível e instalação fácil – A instalação IP utiliza menos cabos porque possui PoE, o que facilita a expansão do sistema. Além disso, a instalação é descentralizada e não é necessário levar o cabo da câmera até o gravador: os equipamentos são conectados à rede e por isso não precisam estar no mesmo ambiente. Com CFTV IP, é possível ainda utilizar instalação com rádios ou fibra óptica.
  • Sistema com expansão garantida – A ampliação de sistemas CFTV IP é fácil e inteligente. Mantendo a mesma estrutura, é possível interligar dois grupos de câmeras com apenas 1 cabo.
  • Livre de ruídos e interferências – Oferecer CFTV IP significa vender produtos com máxima qualidade de sinal. A tecnologia IP é imune a ruídos e interferências, mesmo passando o cabo junto da rede elétrica, por exemplo. Ou o sistema funciona com excelência ou não funciona, não existe funcionamento parcial
  • Funcionalidades exclusivas – Somente um sistema versátil como o de CFTV IP pode garantir a máxima performance de câmeras fisheye, com resolução de 12 MP, superior a 4K. Nos sistemas analógicos, por exemplo, essas especificações funcionam com menor performance, principalmente nos gravadores.
  • Máximo de inteligência de vídeo – No CFTV IP, a análise de vídeo é feita na própria câmera. O processamento é descentralizado em cada câmera e não sobrecarrega o gravador. Dessa forma, um grande diferencial desta tecnologia é ter análise de vídeo em todos os canais do gravador. Funções complexas, como o Auto-tracking em speed domes e o Mapa de calor, ainda são exclusivas da tecnologia IP.

Tecnologia Wi-Fi

Esta tecnologia é viável graças a Internet das Coisas – IoT – e traz mais praticidade para o monitoramento, principalmente para áreas internas e externas não muito amplas. Também é uma ótima opção para o cuidado de pets, bebês e outras pessoas com necessidade de atenção especial.

Vantagens das câmeras Wi-Fi

  • Fácil instalação – sem uso de cabos para conexão.
  • São portáteis – as câmeras são plug and play, bastando conectá-las em qualquer tomada para usá-las.
  • Imagens em alta definição e visão noturna.
  • Acessíveis de qualquer lugar – em tempo real pelo smartphone.
  • Gravação em cartão de memória – capaz de gravar até dois meses de imagens.
  • Serviço de gravação em nuvem (Mibo Cloud): planos de 3, 7 ou 30 dias de gravação com contratação diretamente pelo aplicativo Mibo Cam. Disponível para os modelos iM3, iM4 e iM5.

Quais os tipos de câmeras de segurança?

Não só as tecnologias são diferentes, como há câmeras com características específicas que devem ser observadas na hora de escolher aquelas para compor seu sistema de segurança.  Conheça, a seguir, os tipos mais comuns no mercado.

Bullet

A câmera Bullet – chamada assim por lembrar o formato de uma bala de arma de fogo – é indicada para ambientes externos onde há a intenção de evidenciar a presença desse equipamento para proporcionar a sensação de segurança. Devido ao seu formato, é menos usada em áreas internas, sendo preterida pela Dome.

Dome

Pequenas e discretas, as câmeras Dome – que têm o formato semelhante à uma doma – são indicadas para instalação no teto e na parede de ambientes internos.

Alguns de seus modelos são metálicos, ideais para espaços internos movimentados. Há opções com infravermelho e com uma cápsula de segurança para proteção da lente, o que impede a identificação da direção de captura das imagens.

Speed Dome

Estas são controláveis remotamente através de uma central de videomonitoramento ou por um vigia. As câmeras Speed Dome têm um zoom óptico capaz de se movimentar em 360º.

Essa câmera é mais indicada para locais de monitoramento robusto, sendo resistente a impactos.

Varifocal

Câmeras com lentes varifocais possuem foco ajustável, o que as torna uma boa escolha para o monitoramento, à distância, de uma cena específica. Por exemplo, para monitorar o portão de acesso de uma propriedade onde a câmera não pode ficar muito próxima.

Recursos e possibilidades das câmeras de segurança

A principal função das câmeras é capturar imagens para monitoramento, certo? Mas alguns outros recursos foram desenvolvidos para expandir suas possibilidades.

O mercado conta hoje com câmeras térmicas – para controle de temperatura de pessoas e equipamentos – modelos que possuem recursos com: inteligência artificial, detecção de violência, contagem de pessoas, reconhecimento facial, entre outros.

Fonte: Intelbras


Produzido por : Base Software